Cursos

teo_logo
Orientados pela CABOCLA JUREMA DA PRAIA, nossa Mãe Espiritual, não abrimos mão de interagir, pesquisar, estudar, evoluir, em nome de uma Umbanda culta, sem tabus ou mistérios, de perguntas e respostas, quando aprenderemos os "porquês" de nossa fé, pois para prestarmos a caridade em toda a sua plenitude, precisamos nos capacitar. Assim sendo, o TEMPLO ESTRELA DO ORIENTE promove constantemente o CURSO A UMBANDA SEM FRONTEIRAS, que além de seu aspecto doutrinário, proporciona ensinamentos para a tão necessária reforma íntima e caracterizando-se também como uma importante ferramenta terapêutica. Eis um investimento em sabedoria, que sempre lhes dará um retorno inestimável e perene. Sejam bem vindos!
usf_banner

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA A 20ª TURMA DO CURSO "A UMBANDA SEM FRONTEIRAS"

CURSO “A UMBANDA SEM FRONTEIRAS”
Desmistificando a nossa fé!

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA A 20ª TURMA DO CURSO “A UMBANDA SEM FRONTEIRAS”

  • Inicio em 05 de JULHO de 2018;
  • O curso tem uma duração média de cinco meses;
  • Aulas às quintas feiras de 20:00 hs às 22:00 horas
    PRESENCIAL OU À DISTÂNCIA

Ministrantes: Flávia e Luis Fernando Barros

OS RITUAIS DE UMBANDA, MEDIUNIDADE, INCORPORAÇÃO, ORIXÁS, ENTIDADES, TRABALHOS ESPIRITUAIS, OBSESSÕES,
O DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO, ANIMISMO, MISTIFICAÇÃO E MUITO MAIS…

Clique aqui para fazer usa inscrição!

OS RITUAIS DE UMBANDA, MEDIUNIDADE, INCORPORAÇÃO, ORIXÁS, ENTIDADES, TRABALHOS ESPIRITUAIS, OBSESSÕES,
O DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO, ANIMISMO, MISTIFICAÇÃO E MUITO MAIS…

Informações e inscrições em nossa secretaria ou www.aumbandasemfronteiras.com

Grade Resumida

  • Apresentação dos ministrantes, da turma e de antigos alunos; A história, os principais objetivos e as condições gerais do projeto do curso “A UMBANDA SEM FRONTEIRAS”.
  • A Umbanda, seus dogmas, pilares de sustentação, origem, objetivos, prioridades e a sua história; o advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas e os principais acontecimentos.
  • A influência indígena, dos cultos africanos, do sincretismo, do catolicismo, do espiritismo e de outras filosofias.
  • O ritual de Umbanda e a diversidade de cultos; a formação da consciência umbandista e a união nas desigualdades, a convivência com outras crenças e o preconceito religioso.
    Definição de espiritismo: igualdade na essência x diferenças nas formas – mediunidade: definição, tipos de mediunidade e seus sintomas.
  • Definição de médium, atribuições, seus deveres dentro e fora do terreiro (código de conduta); a hierarquia na Umbanda do TEO e a parte administrativa; aspectos fundamentais no trabalho mediúnico; a bebida e o fumo, gira bloqueada e quebra de corrente; As guias, roupa de santo e o material de trabalho. Os cambonos, sambas e transas.
  • Definição e tipos de incorporação; a aproximação, a entrada, a manutenção do fluido e como expelí-lo; o ponto de fixação e a meditação; o animismo, as formas de mistificação; conhecendo os chakras; a predisposição do médium, a importância da respiração e o ectoplasma.
  • A regência, as características e as manifestações dos Orixás; As entidades, suas manifestações, as vibrações de comando e originárias das diversas falanges; a evolução das entidades e a hierarquia espiritual; definição de anjo da guarda; as sete linhas de Umbanda e seus desdobramentos.
  • A magia na Umbanda e as diversas formas de magnetismo; noções de geometria na parte espiritual, o ponto riscado e seus desdobramentos; os trabalhos espirituais e suas finalidades; formas de se atrair energias; as oferendas e como arriá-las; a limpeza espiritual e os condensadores energéticos; os elementos da natureza e suas características; conhecendo o conga e o pegi; a força das ervas e essências na espiritualidade; a defumação como forma de limpeza; a musicalidade na Umbanda: atabaques, pontos cantados, ogãs e palmas; a pemba e sua fundamentação; a magia da pólvora.
  • Sessão de caridade, tipos de giras e desenvolvimento mediúnico. A faixa vibratória, seu funcionamento e sua importância para o médium; A obsessão na Umbanda: definição, causas, conseqüências, tipos e as formas de tratamento; a contra-magia para a harmonização interior e o reequilíbrio energético; o fluido, o eflúvio, o etérico, a aura e os passes magnéticos.
  • O que é Exu e o que fazem os espíritos que trabalham nesta vibração; tabus, crendices, o fumo, a bebida e as principais características de nossos guardiões; a diferença entre egum e quiumbas.
  • O sexo dos espíritos; o comportamento do médium perante as entidades e assistentes; os desdobramentos das falanges nos atendimentos; a diferença entre o guia e as entidades desenvolvedoras; o que diferencia o médium feito de um pronto; a comportamento das entidades numa sessão da Ibeijada.

IMPORTANTE:

Investimento total: R$ 540,00 (Quinhentos e quarenta reais), que poderão ser pagos à vista, em moeda corrente do país ou das seguintes formas:

  1. Até seis cheques pré-datados no valor de R$ 90,00 (noventa reais), sendo um no ato da matrícula e os demais vencendo a cada trinta dias; (exclusivamente para o modo presencial);
  2. através dos cartões de crédito Mastercard, Visa ou Diners, podendo ser parcelado em até 06 vezes fixas e sem juros de R$ 90,00 (noventa reais)

Formato exclusivamente presencial
Ministrantes: Flávia e Luis Fernando Barros.
Curso obrigatório para o acesso de novos médiuns aos quadros do TEMPLO ESTRELA DO ORIENTE na forma presencial.
– Será conferido um certificado ao final do curso.

Inscreva-se já!
Acesse o site aumbandasemfronteiras.com e tire suas dúvidas.

Módulo básico

  1. Aula de apresentação.
  2. A origem, o objetivo e a história da Umbanda: o advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas e os principais acontecimentos.
  3. A importância do sincretismo para a convergência universalista da Umbanda – as influências dos cultos afro, da pajelança indígena, do catolicismo, do espiritismo e de outras filosofias.
  4. O ritual de Umbanda e a diversidade de cultos – a formação da consciência Umbandista e a união nas desigualdades – a convivência com outras crenças e o preconceito religioso.
  5. Definição de espiritismo: igualdade na essência x diferença na forma – mediunidade: definição, tipos de mediunidade e seus sintomas.
  6. Definição de médiun: Seus deveres dentro e fora do terreiro (Código de Conduta) – A hierarquia na Umbanda – A importância da cooperação na parte administrativa – A bebida e o fumo – Gira bloqueada e quebra de corrente – As guias e a roupa de santo – O material utilizado nos trabalhos espirituais – As funções e o comportamento dos cambonos, sambas e transas.
  7. Tipos de incorporação – A aproximação, a entrada, a manutenção do fluido e como expelí-Lo – O Animismo e a mistificação direta e indireta – Os chakras – A meditação e o ponto de fixação – A predisposição do médium – A importância da respiração – Ectoplasma.
  8. A regência e as características dos Orixás – A diferença entre Orixás e Entidades – A influência dos Orixás nas características das pessoas – Definição de falanges espirituais e sua evolução – Anjo da guarda e sua definição – As 7 linhas de Umbanda e seus desdobramentos.
  9. A magia na Umbanda: finalidade dos trabalhos espirituais e dos banhos – Noções de geometria na parte espiritual – A importância dos elementos e dos condensadores energéticos: ar, terra, fogo eágua – Congá e pegi – Ervas x essências – O defumador – O som dos atabaques – Os pontos riscados e a pemba – Os cânticos e as palmas – A pólvora – As oferendas e os fundamentos do congá.
  10. Sessão de caridade – Tipos de giras – O desenvolvimento mediúnico – A desobsessão na Umbanda – A contra-magia para a harmonização interior e o reequilíbrio energético – O fluido, o eflúvio, o etérico e a aura – passes magnéticos.
  11. O Que é Exu e o que fazem os espíritos que trabalham nesta vibração? – Os tabus, as crendices, a utilização do fumo e da bebida – Principais características dos Exus – A Diferença Entre Egum E Quiumbas.
  12. O Sexo dos espíritos – O comportamento do médium perante as entidades – O que o médium e a“entidade” devem e não devem fazer num atendimento – Os desdobramentos das falanges nos atendimentos – Os guias e as entidades desenvolvedoras – A diferença entre médium feito e pronto – A dosagem da mediunidade – retirada de fluido e suas formas.

Back to Top